Investimentos: Primeiros passos

Antes de começar a investir é bom passar a conhecer um pouco de como funciona as plataformas de investimento, são diversas disponíveis e elas podem ter taxas que são cobradas em cima dos investimentos e movimentações. Se você está começando saiba que existem algumas empresas de investimento que são isentas de taxas até determinados valores.

Após escolher por qual plataforma realizara seu investimento é preciso compreender como funcionam os fundos de investimentos, você pode investir em fundos de renda fixa e fundos de renda variável, cada um desses possui investimentos mais característicos para um certo perfil de investidor.

Estabeleça de forma clara quais são seus objetivos com o investimento que está sendo feito, levando em conta a finalidade que você quer utiliza-lo, em quanto tempo vai precisar desse retorno, estabeleça um valor que caiba em seu orçamento a ser investido de forma recorrente. Pois alguns fundos de investimento precisam ficar longos períodos na carteira de investimento para obter bom retorno e a cobrança de uma menor taxa sobre o investimento, outros possuem um menor rendimento e podem ser retirados em um menor período.

Para quem está começando agora o investimento em renda fixa é mais indicado. Os investimentos em renda fixa incluem: CDB, LCI / LCA, Tesouro direto, CRI / CRA, LC, Debentures. Esse tipo de investimento possui uma rentabilidade prefixada, por exemplo, Tesouro direto rende 9% ao ano ou 100% do CDI, se configurando como investimentos de menores riscos e menores rendimentos por isso são indicados para quem está iniciando e ainda está se familiarizando com esse mundo de investimos.

Mesmo para quem está investindo apenas em renda fixa, uma boa dica para os iniciantes é sempre manter uma carteira de investimento diversificada. Por exemplo, não invista apenas em tesouro direto, destine uma porcentagem do seu investimento ao tesouro direto, mas escolha outras carteiras optando também por LCI/LCA por exemplo.

Compartilhe